Brasil

Inhotim: o passeio para quem aprecia natureza e arte

Convidamos você a embarcar com a Interpraias nessa viagem por um dos lugares mais inspiradores do planeta!

O que há de novo para dizer sobre Inhotim que ninguém tenha dito antes? A reação parece ser uma só: visitou, deslumbrou. Todo mundo vai com expectativas altíssimas criadas por visitantes anteriores, e ainda assim consegue sair maravilhado.

Não faltam adjetivos para referenciar Inhotim, contudo um que nos parece ser o mais apropriado para resumir o que se encontra ali sob todos os aspectos é grandiosidade. São mais de 700 hectares de mata nativa preservada, com 110 hectares disponíveis para visitação. Natureza e arte, sob a forma de instalações, esculturas e pinturas, tomam cada canto e aguçam todos os sentidos.

Talvez isso aconteça porque Inhotim não se entrega totalmente por imagens. A visita a Inhotim é indescritível, na acepção mais literal da palavra. Você pode até achar que já viu isso antes – um jardim de esculturas, um museu dentro de um parque – mas a dimensão do lugar, e a relação das obras com o espaço, fazem da visita a Inhotim uma experiência singular.

c90cc8aca0d0e1ba390a0a134ad1cbf8

Um dia é pouco para conhecer tudo o que tem por lá e o percurso a pé exige bastante – recomenda-se comprar o passe que permite usar os carrinhos para percorrer as ladeiras mais íngremes. São basicamente três rotas (amarela, laranja e rosa) e, ao todo, o acervo conta com mais de 500 obras de cerca de 100 artistas de pelo menos 30 nacionalidades diferentes.

Tanto os amantes da arte quanto o público leigo são impactados pelas obras. Nada passa batido. Nossa percepção é aguçada por tudo que é colocado para contemplação (ou interação).

O fator que certamente contribui para você não sofrer um coma artístico é a existência de um respiro na sua visita entre uma obra e outra. No caminho entre uma galeria e a próxima você descansa a vista e a cabeça admirando o paisagismo e a mata de Inhotim. Dá tempo de refletir, digerir e ficar com vontade de entrar na próxima.

Muitas vezes nos sentimos verdadeiros estranhos no ninho ao visitar um museu ou uma galeria de arte, seja pela formalidade do ambiente, seja pela faceta arrogante de alguns frequentadores. Em Inhotim, isso definitivamente não acontece. A disposição das galerias e sua ambientação, em geral, é bastante informal, sem contar a proposta interativa de grande parte das obras – ‘sim, pode tocar, mexer, pular, deitar em cima…’ Exemplo clássico é a piscina que recria uma caderneta de endereços do artista Jorge Macchi, onde você pode de fato entrar e tomar um mergulho para se refrescar.

inhotim-2

Outro fator importante para quem gosta de viajar em família é a diversão proporcionada aos pequenos. Criança é o que não falta no parque, até porque tem muitos atrativos para elas. Um dos que mais chamam a atenção é a instalação de Marilá Dardot num enorme jardim, em que se podem plantar vários tipos de sementes em vasos de cerâmica em forma de letras.

inhotim-5

O Jardim de Todos os Sentidos é um espaço em forma de mandalas que contém uma incrível variedade de plantas medicinais e aromáticas. É possível sentir a diversidade de aroma e sabores de ervas e temperos, além das cores, formas e texturas das espécies exploradas.

inhotim-8

Um dos maiores xodós de Inhotim são os três fuscas coloridos estacionados. Outra obra que chama atenção de longe é o Magic Square de Oiticica – o quadro que virou uma enorme instalação labiríntica à beira do lago.

inhotim-fuscas-palin1inhotim-fuscas-palin2inhotim-fuscas-palin3

inhotim-fuscasdet

Horário e ingressos

O Inhotim abre de terça a sexta das 9h30 às 16h30 e sábado, domingo e feriados das 9h30 às 17h30. Às terças-feiras a entrada é gratuita. Quartas e quintas-feiras, R$ 20. Sextas, sábados, domingos e feriados, R$ 28. (Meia-entrada válida para estudantes identificados e maiores de 60 anos). Crianças de até cinco anos não pagam. Aceita-se cartões de crédito. Dá para comprar online (clique aqui).

Jardineiras elétricas levam às obras mais distantes. Pessoas com dificuldade de locomoção podem usar o serviço gratuitamente (com direito a um acompanhante). Os demais precisam comprar o serviço à parte; custa R$ 20 e você ganha a pulseirinha que libera o uso das jardineiras.

jardineira

É importante dizer que, se você puder, estenda a sua visita em mais um dia. Ou fique com mais uma desculpa para voltar o mais breve possível a Belo Horizonte.

Visite: http://www.inhotim.org.br/
info@inhotim.org.br

Fontes: Hypeness/Single Trips / Viaje na Viagem / tempo da delicadeza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *