Brasil

Férias de inverno na Serra Gaúcha, venha conhecer o vale dos vinhedos

Bom vinho e belas paisagens estão na Serra Gaúcha

Um Brasil com cara de Europa te espera no sul do país, com paisagens de tirar o fôlego, gastronomia rica, muito vinho e – claro – o friozinho característico das montanhas, com direito a neve de vez em quando. Formada por dezenas municípios do Rio Grande do Sul, a Serra Gaúcha possui dois núcleos turísticos principais: na Região das Hortênsias estão Gramado , Canela e Nova Petrópolis. No Vale dos Vinhedos, ficam Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa. Próximas uma da outra, separadas por cerca de uma hora e meia de carro, é possível conhecer estas duas regiões em poucos dias de viagem. A 130 quilômetros da capital Porto Alegre, a cidade de Bento Gonçalves é o paraíso dos amantes do vinho, com parreiras carregadas de outubro a dezembro. As famosas Gramado e Canela possuem maior infraestrutura para o turismo, com muitos hotéis, restaurantes, museus e festivais.

O inverno é a alta temporada na região e, em agosto, acontece o festival de Cinema. Se você gosta de vinhos, de janeiro a março acontece a colheita nas vinícolas. Em dezembro, emocione-se com o Natal Luz, em gramado.

A Serra Gaúcha é um Brasil único e encantador, em suas ruas fica nítido a rica mistura cultural que é símbolo do nosso país mundo afora. Repleta de história, o destino é ideal para viajantes que buscam uma experiência cheia de romance por terras gaúchas.

 

Canela

A cidade da Catedral de Pedra não poderia ficar de fora, com estilo gótico inglês, a construção é um imponente monumento da cidade e se destaca como um dos pontos mais visitados do Rio Grande do Sul. Em 2010 foi eleita como uma das 7 maravilhas do Brasil, ficando conhecida internacionalmente. E não é por menos, sua grandiosidade encanta não apenas os religiosos, mas todos os turistas que passam por Canela.

catedral-de-pedra-canela-1024x768

Além da arquitetura impressionante e dos deliciosos chocolates, que diga-se de passagem, são inesquecíveis, Canela também conta com muitas atrações naturais para toda a família. Entre elas, vale destacar a paisagem supreendente do Parque da Ferradura, o Parque do Caracol, com a cascata que leva o mesmo nome, e os Bondinhos Aéreos do Parques da Serra, que possibilitam uma experiência única de contemplação na Serra Gaúcha.

cascatadocaracol-1024x680

Gramado

Gramado, a cidade mais conhecida da Serra Gaúcha é um prato cheio para famílias e casais que buscam um destino fascinante. Refúgio ideal para quem busca uma viagem apaixonante cheia de conforto e sofisticação. Seja pela variedade gastronômica que agrada todos os paladares, pelo charme da Rua Coberta, ou pelo ar considerado um dos mais limpos do Brasil. Gramado capricha em cada detalhe, e caso você ainda não conheça, se surpreenderá quando estiver por lá. Além do passeio de pedalinho pelo Lago Negro, e conhecer as inúmeras fábricas de chocolate, que são uma tentação à parte, também indicamos o Snowland, o primeiro parque de neve indoor das Américas.

 

 

 

Bento Gonçalves

Com dezenas de vinícolas, como SaltonAuroraMioloCasa Valduga, a cidade de Bento Gonçalves foi eleita a capital brasileira da uva e do vinho e é considerada uma das mais românticas do Rio Grande do Sul. Faça visitas guiadas por enólogos pelas fábricas, deguste seus principais produtos e prove o melhor da gastronomia local. Com predominância de imigrantes italianos, é comum você encontrar alguma cantina próximo das estradas oferecendo diversas delícias regionais. Com as baixas temperaturas da região, fica irrecusável passear pelas melhores vinícolas do país apreciando diferentes rótulos de vinhos e espumantes.

No Caminhos de Pedra, o viajante também encontrará um imenso acervo arquitetônico deixado pelos imigrantes italianos que chegaram na região a partir de 1875.  A rota também serviu de cenário para o filme “O Quatrilho”, história baseada em fatos reais que se passa em uma comunidade rural no Rio Grande do Sul. São inúmeras construções ainda preservadas, que ilustram a saga dos imigrantes italianos por terras brasileiras.

Quando estiver em Bento Gonçalves, também vale fazer o passeio de Maria Fumaça – um típico trem a vapor que passa pelos municípios de Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Garibaldi. Durante o trajeto, além de curtir as paisagens, os viajantes também vão degustando os vinhos e sucos de uva produzidos na região.

Vinícolas

Conheça ao menos uma vinícola e as etapas da produção de vinhos e espumantes, desde a chegada da uva até o engarrafamento. Ao final do passeio você poderá degustar e comprar suas bebidas preferidas. Entre as principais vinícolas estão Aurora, Salton, Miolo e Casa Valduga.

Vale dos Vinhedos

Cerca de 30 vinícolas estão localizadas nesta região de pouco mais de 80 quilômetros quadrados conhecida como Vale dos Vinhedos. Ali você encontrará paisagens incríveis e poderá visitar mais de uma vinícola por dia. O Vale dos Vinhedos representa o legado histórico, cultural e gastronômico deixado pelos imigrantes italianos que chegaram a Serra Gaúcha em 1875. Assim denominado pelos vales cobertos de parreirais e paisagens apaixonantes de diferentes tonalidades nas quatro estações do ano, encanta pela hospitalidade de seus moradores em harmonia com a alta tecnologia e infraestrutura turística de qualidade. Ao longo deste roteiro encantador, é possível visitar pequenas propriedades rurais, vinícolas familiares e de renome internacional, hotéis, pousadas, restaurantes, bistrôs, ateliês de arte e artesanato, memorial do vinho, armazém de queijos, biscoitos, doces e geleias coloniais e gourmet. Os vinhos do Vale dos Vinhedos são os únicos no Brasil com Denominação de Origem, o que comprova que os vinhos aqui produzidos exprimem a excelência do terroir do Vale dos Vinhedos.

 

Onde se hospedar

Bento Gonçalves, a 109Km de Porto Alegre, não tem tantas atrações como Gramado ou Canela, mas vale dormir na cidade quem quer conhecer as inúmeras vinícolas da região e também para fazer o passeio de Maria Fumaça com mais calma. Combine com isso uma rica e deliciosa gastronomia local. A rede Laghetto Hotéis é uma empresa bastante conhecida dos amantes da serra gaúcha, pelo conforto e hospitalidade dos seus hotéis, sendo sete unidades em Gramado, uma unidade em Bento Gonçalves e uma unidade em Porto Alegre.

 Vinícolas

 

Lídio Carraro

Esta vinícola boutique foi a escolhida para elaborar o vinho oficial da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Quem me recebeu foi a proprietária, que  contou toda a trajetória familiar e me explicou do comprometimento da vinícola em elaborar vinhos de altíssima qualidade.

Foram  3 as versões do vinho da Copa: tinto, rosé e branco. Como na maior parte das vezes, minha preferência recaiu sobre o tinto, que foi elaborado com 11 castas diferentes de uvas cada um representando um jogador do esquema tático de um time de futebol. Genial!

A vinícola abre todos os dias, inclusive finais de semana e feriados, das 9h00 às 18h00. É necessário agendar a visita.

n3xdq5
Fonte:lidiocarraro

Lidio Carraro: RS 444, Km 21 – Vale dos Vinhedos
(54) 3459-1222 / 2105-2555 – www.lidiocarraro.com

 

Dal Pizzol 

O Pinot Nero desta vinícola ganhou meu paladar, meu coração e muito espaço na minha adega!

O proprietário, Sr. Antonio,  me levou para conhecer sua “menina dos olhos”, uma coleção de 390 variedades de vinhedos de mais de 30 países dos cinco continentes. É o projeto Vinhedo do Mundo, uma das três maiores coletâneas de uvas privadas do planeta!

Os turistas são recebidos num parque muito bonito de 80 mil metros quadrados de área verde: com lagos, aves, animais e playground. A família contruiu uma réplica do primeiro vinhedo que a família plantou naquelas terras: todo em madeira e sem arame.

Um Ecomuseu guarda uma coleção de rótulos e objetos da família e conta um pouco da história vitivinícola. Não é possível visitar o local onde os vinhos são elaborados.

A vinícola está aberta para visitação de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 11h40 e das 13h30 às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h30.

md_dalpizzol_Tannat-2012
Fonte:Dalpizzol

Dal Pizzol: RST 431, Km 4,8 – Distrito de Faria Lemos
te; (54) 3449-2255 – www.dalpizzol.com.br

 

Vinícola Mena – Kaho

Fui recebida pela simpática Magda num edifício restaurado de 1920 muito charmoso, com sofás confortáveis e decoração perfeita. O que era para ser uma visita rápida acabou durando praticamente a tarde toda. Eu simplesmente não queria ir embora de lá!

A vinícola é a única, por enquanto, no Vale dos Vinhedos que elabora vinhos orgânicos. Isto significa que os cuidados com a uva desde a escolha da semente até a colheita seguem normas rígidas de plantio e absolutamente nada de químico pode ser utilizado na elaboração do vinho: de agrotóxicos a conservantes.

A experiência marcante na Mena Kaho para mim foi passear pelos parreirais carregados, colher e saborear as uvas morninhas que jamais receberam agrotóxicos. Uma experiência literalmente deliciosa!

As visitas acontecem de terça a domingo das 9h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00 e é gratuita.

Mena Kaho: Rua Joaquim Toniolo, 635 – Linha Eulália
(54) 3454-5840/ 9976-6889 – www.vinicolamenakaho.com.br

Mena Kaho

Casa Valduga

Uma das grandes vinícola de Bento e também uma das mais conhecidas.

O  grande diferencial é que você recebe uma taça no início da visita e a degustação acontece durante o percurso. Você toma o vinho enquanto vão explicando sobre cada uma das etapas da elaboração.

A visita termina num dos parreirais mais lindos que já vi!

Casa Valduga: Linha Leopoldina – Vale dos Vinhedos
Tel: (54) 2105-3122 – www.casavalduga.com.br

Casa Valduga
Fonte:italianablog

Vinhos Salton

A história da família Salton é uma daquelas histórias de sucesso de imigrantes italianos. A administração da empresa está nas mãos das terceiras e quartas gerações da família do imigrante veneto que chegou a Bento Gonçalves há mais de um século!

A cave onde os vinhos descansam é um labirinto que representa os percalços que a família enfrentou para chegar onde está. Mas apesar dos percalços, eles também tiveram muita ajuda, que é representada por esculturas de anjos em cantinhos estratégicos do labirinto. Muito teatral o passeio!

A vinícola Salton oferece 3 tipos de visitação; eu fiz o Roteiro Tradicional e ao final participei de um mini curso de harmonização de vinhos com queijos e chocolates. Gostei demais!

As visitas podem ser agendadas pelo site e custam a partir de R$ 10,00. De 2ª a 6ª feira, das 09h às 16h, sábados, das 10h às 16h e domingos e feriados, das 11h às 16h.

Rua Mário Salton – Distrito de Tuiuty
(54) 2105-1000 – www.salton.com.br

Vinicola Salton
Fonte:italianablog
Vinícola Salton
Fonte:italianablog

Vinícola Aurora

A história da mais antiga das vinícolas começou em 1875, mas foi em 1931 que 16 famílias se reuniram para formar a Cooperativa Vinícola Aurora. Hoje a vinícola possui 1.100 famílias cooperadas e é a maior do Brasil.

O vinho Aurora Moscatel já ganhou vários prêmios pelo mundo afora. É um ótimo vinho para acompanhar sobremesas.

A visita é interessante pois o enólogo nos acompanha contando não só como é elaborado o vinho hoje, mas também como era há mais de 100 anos atrás. Ao final,  participei de um mini curso de enologia, com degustação.

As visitas acontecem de segunda a sábado das 7h15 às 17h15 e aos domingos das 8h30 às 11h30.

MVI_0097.MOV_000004697
Fonte:Google

Rua Olavo Bilac, 500 – Centro
(54) 3455-2000 / 0800-7014555 – www.vinicolaaurora.com.br

Vinícola Miolo

Outra das grandes vinícolas da cidade. A visita é interessante, mas o diferencial da Miolo é a escola do vinho, com cursos de Enologia que você pode participar também.

mi006x
Fonte:Google

RS 444, Km 21 – Vale dos Vinhedos
Tel: (54) 2102-2102-1540 (varejo) – 0800-9704165 – www.miolo.com.br

 

ATRATIVOS TURÍSTICOS


Cooperativa Vinícola Aurora

Fonte:bentogonçalves.rs

Cooperativa Vinícola Aurora

Rua Olavo Bilac, 500 – Bairro Cidade Alta

(54) 3455-2000

www.vinicolaaurora.com.br

Visitação: Segunda a sábado: 8h15 às 17h15 | Domingo: 8h30 às 11h30

Recepção turística: (54) 3455-2095 /(54) 3455-2051

A Cooperativa Vinícola Aurora foi a primeira vinícola de Bento Gonçalves a abrir suas portas ao público. No início dos anos 80 criou um Centro de Recepção Turística, que em 2015 recebeu em torno de 150 mil visitantes por ano.

A maior Coperativa Vinícola do Brasil completou em 2016 seus 85 anos de história contando com 1.100 famílias associadas. Conta com 200 itens de portfólio, 65 mil toneladas de uvas produzidas, entre viníferas e de mesa, exporta para 20 países e está presente em todos os estados brasileiros, somando um total de mais de 500 premiações. 

Em 2016 coleciona várias conquistas: obteve o maior número de medalhas (7 de ouro e 1 de prata) no IX Concurso do Espumante Brasileiro, realizado em 2015 pela Associação Brasileira de Enologia em Bento Gonçalves, tornando-se assim a maior e mais premiada vinícola do país em concursos oficiais de vinhos. Comemora também em 2015 o melhor desempenho da vinícola de toda a sua história, um crescimento de 28% em relação a 2014; e o fato de estar por dois anos consecutivos na relação TOP 100 do Mundo.

  
Visitação

Grupos de excursionistas de vários Estados visitam diariamente as instalações da Cooperativa e acompanham de perto o processo de elaboração do vinho.  O roteiro mostra os diversos procedimentos da arte de elaborar vinhos, percorrendo corredores com barris de carvalho, tanques de inox e enormes pipas de madeira. O trajeto é interligado por túneis, que fazem o visitante vivenciar um pouco da cultura e tradição locais e o romantismo contagiante do mundo do vinho. Ao final da visita, na Cave di Bacco há um varejo com toda a linha de produtos. 

Mini cursos de harmonização de vinhos e espumantes com chocolates, queijos ou com frutas fazem parte dos atrativos oferecidos pela Aurora.

História de Sucesso

A história da Aurora inicia em 1875, com a chegada de imigrantes oriundos do norte da Itália. Estabelecidos na Serra Gaúcha, onde encontraram paisagens e clima similares aos de seu país de origem, mantiveram a cultura da vitivinicultura. No dia 14 de fevereiro de 1931, dezesseis famílias de produtores de uvas de Bento Gonçalves reuniram-se para lançar a pedra fundamental do que viria a se transformar no maior empreendimento do gênero no Brasil: A Cooperativa Vinícola Aurora. Um ano mais tarde, já contabilizava a produção coletiva de 317 mil quilos de uvas. 

A Cooperativa produz vinho, suco de uva e espumante. Toda a produção é orientada por técnicos, que diariamente estão em contato com o produtor fornecendo toda a assistência necessária e acompanhando permanentemente o processo industrial e a qualidade final dos produtos.

O cuidado extremo com a rotina produtiva, observado a partir da plantação das mudas ao engarrafamento do produto, faz parte da receita de crescimento constante da Aurora e de sua trajetória de sucesso, o que  se traduz em premiações nacionais e internacionais  para seus vinhos e espumantes, conquistadas ao longo dos anos.

Maria Fumaça

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Estação Ferroviária
Rua Duque de Caxias, s/n – Bairro Cidade Alta
www.giordaniturismo.com.

O passeio turístico de trem a vapor é uma memorável atração na Serra Gaúcha, na Região Uva e Vinho. Os turistas são recepcionados na estação de Bento Gonçalves com uma deliciosa degustação de vinho. Ao soar o sino, todos embarcam numa viagem repleta de alegria e que traduz o jeito de ser dos imigrantes italianos. São 23 quilômetros de agradável percurso com duração média de 2 horas. Durante o passeio, a festa é conduzida por atrações típicas italianas e gaúchas.

A recepção em Garibaldi acontece ao som da música gaúcha e italiana, enquanto todos degustam espumante moscatel e suco de uva. Novo embarque, com destino ao final do passeio. A Giordani Turismo recepciona os turistas na cidade de Carlos Barbosa com um show de música italiana. Neste momento, todos se encontram e confraternizam embalados pela música. Alguns passageiros dizem adeus, enquanto outros embarcam no retorno a Bento Gonçalves.

É necessário fazer reservas com antecedência.

Parque Temático Epopéia Italiana

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Parque Temático Epopéia Italiana
Rua Visconde de São Gabriel, 507 – Bairro Cidade Alta
(54) 3454-1789
www.giordaniturismo.com.br

Viver e sentir o cotidiano dos imigrantes italianos na época de 1875, ano chave que marcou a chegada dos primeiros italianos na região. O propósito é envolver o visitante no contexto, fazendo-o sentir as mesmas emoções e necessidades que os imigrantes tiveram desde a saída da Itália até a chegada ao Brasil.

Visitar o parque é embarcar numa verdadeira viagem pelo tempo que conta a história de um casal de imigrantes, Lazaro e Rosa, bisavós dos idealizadores Susana Giordani e Leonardo Giordani.

Em 2.000 metros de área construída, foram montados nove ambientes que retratam aspectos que vão desde a vida na Itália, passando pela viagem ao Brasil, e por fim, a adaptação no novo continente. A atuação dos atores e os efeitos especiais de som e luz proporcionam uma maior dinâmica dando vida às réplicas e ambientes. A visita dura aproximadamente 45 minutos. 

PONTOS DE VISITAÇÃO

Pipa Pórtico

 

Fonte:bentogonçalves.rs

 
A Pipa Pórtico é o cartão de visita da cidade, um monumento em formato de barril de vinho (pipa) com 17 metros de altura, construído em 1985, que se encontra na entrada da cidade e anuncia aos visitantes “Você está entrando no mundo do vinho”.

Ao lado da Pipa Pórtico: Centro de Atendimento ao Turista.


La Fontana

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Centro – Via del Vino

Localizada no centro da cidade, na Via del Vino, a fonte ou chafariz de vinho é uma referência turística da cidade de Bento Gonçalves. 

A fonte foi construída com retalhos de pedras, imitando os muros de pedras empilhadas feitos pelos primeiros imigrantes italianos que colonizaram a região.

Próximo ao chafariz, junto à Prefeitura: Centro de Atendimento ao Turista.

Museu do Imigrante 

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Rua Herny Hugo Dreher, 127 – Bairro Planalto
 Visitação gratuita: terça a sábado 8h às 11h45 | 13h30 às 17h45


Fundação Casa das Artes

Fundacao-Casa-das-Artes-Bento-Goncalves
Fonte:bentogonçalves.rs

Rua Herny Hugo Dreher, 127 – Bairro Planalto

Monumento aos Imigrantes Italianos

O Monumento aos Imigrantes Italianos foi inaugurado em outubro de 2005, dentro das comemorações dos 130 anos da imigração italiana no Rio Grande do Sul. A escultura de autoria do artista plástico Gustavo Nackle Neffa é totalmente em bronze, pesando 121 toneladas. Além do valor artístico, o monumento homenageia o esforço e o trabalho de tantos homens e mulheres que dedicaram sua vida para construir a grandeza do município de Bento Gonçalves.

Fonte:bentogonçalves.rs

Praça Achyles Mincarone – Bairro São Bento

O Monumento aos Imigrantes Italianos foi inaugurado em outubro de 2005, dentro das comemorações dos 130 anos da imigração italiana no Rio Grande do Sul. A escultura de autoria do artista plástico Gustavo Nackle Neffa é totalmente em bronze, pesando 121 toneladas. Além do valor artístico, o monumento homenageia o esforço e o trabalho de tantos homens e mulheres que dedicaram sua vida para construir a grandeza do município de Bento Gonçalves.

 

Biblioteca Pública Castro Alves

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Rua Barão do Rio Branco,  123 – Centro 

Ponte Ernesto 

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Rodovia BR 470 (divisa entre Bento Gonçalves e Veranópolis)

A Ponte Ernesto Dorneles é conhecida também como Ponte do Rio das Antas, ou Ponte dos Arcos. Localiza-se na divisa entre os municípios de Bento Gonçalves (distrito de Tuiuty) e Veranópolis, e faz parte da rodovia BR 470.

A ponte não possui pilares de sustentação apoiados no leito do rio. A estrutura de sustentação em concreto armado é formada por dois arcos paralelos, com um vão livre de 186 metros de extensão entre os pontos de apoio, situados nas margens do rio. A pista passa por entre os arcos, com uma extensão total de 227 metros.

Ferradura do Vale do Rio das Antas

 

Fonte:bentogonçalves.rs

Rodovia BR 470 – Belvedere da Ferradura do Rio das Antas

O Rio das Antas forma um vale profundo ziguezagueado entre as montanhas. Neste trecho da foto assemelha-se ao formato de uma ferradura. O espetáculo da natureza pode ser conferido através de belvederes instalados ao longo da BR 470. O local da foto fica a cerca de 14 quilômetros do centro de Bento Gonçalves, após cruzar a ponte sobre o Rio das Antas e subir a encosta em direção à cidade de Veranópolis.

 

 

*** BENTO GONÇALVES ***
6 DIAS/5 NOITES
Por pessoa;
Terrestre

HOTEL SUPER 8 BENTO GONÇALVES
– 05 noites de hospedagem com café da manhã, Quarto Casal Standard. 
A partir de 10 x R$ 119,00 por pessoa;

Hotel & Spa do Vinho, Autograph Collection

– 05 noites de hospedagem com café da manhã, Quarto Casal Regencial. A partir de 10 x R$ 428,00 por pessoa;


Mais informações:
Acesse o site: http://www.interpraiasturismo.com.br/
Interpraias Turismo Agência de Viagens | 47 3366-8717 / 47 99291-4858
Rua 268, n. 265 Conj 09, Meia Praia – Itapema ✈️

 

 

Fonte:http://www.cvc.com.br/destinos/brasil/serra-gaucha.aspx  http://www.bentogoncalves.rs.gov.br/turismo/pontos-de-visitacao 

http://www.turismobento.com.br/pt/rotas-turisticas/vale-dos-vinhedos/ https://italiana.blog.br/vale-dos-vinhedos-vinicolas-bento-goncalves/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *